VAMOS FALAR SOBRE SONHOS E MOTIVAÇÃO?

Olá pessoal, tudo bem?

Vocês já pararam para pensar sobre os seus sonhos e o que motivam vocês a lutar por eles?

Pois bem, eu sempre fui muito sonhadora. Tive vários sonhos e já pensei em ser várias coisas, em realizar várias coisas. Mas existe um grande fator que influencia demais na realização de qualquer sonho: a motivação. Sem ela, é praticamente impossível que você concretize seus objetivos.

A motivação é o combustível que não nos deixa desistir desses sonhos. Mas você sabe o que te motiva? E afinal das contas, quais são seus sonhos? São tantas perguntas..

Quando nascemos, nós somos influenciados a decidir o quanto antes o que queremos ser para o resto da vida. Tudo bem que algumas pessoas já descobrem isso cedo, mas outras (euzinha estou no meio) não sabem o que querem para sempre porque isso simplesmente não precisa ser decidido.

Pode ser que hoje queremos muito uma coisa e amanhã talvez isso não seja mais o nosso sonho, talvez já teremos outras ideias, outros objetivos na vida e isso é completamente normal. Você pode ter quantos sonhos você quiser e pode mudar de sonho quantas vezes você quiser!

O que vai nos levar até esses sonhos é a motivação. Pode ser que a nossa motivação seja ter uma profissão específica, ter uma vida melhor, pode ser uma viagem, ou até mesmo um sentimento. Muitas pessoas se sentem motivadas pela raiva, por exemplo (isso mesmo que você leu!), para mostrar para outras pessoas que podem conseguir algo, etc. Mas o motivo não importa. Você deve encontrar uma razão pela qual vai lutar pelos seus sonhos e sobre desistir: JAMAIS!

Achei esse tema tão importante para falar aqui, afinal todo mundo tem um sonho, por mais que seja simples. As coisas boas da vida não costumam ser fáceis mesmo, então desejo que você encontre forças para lutar pelo seu! <3

Lá na frente, ou até mesmo durante o percurso, você vai perceber que vale muito a pena! <3

Um super beijo e até a próxima!

Marília.

5 coisas que uma mulher NÃO pode fazer!

Olá meninas, tudo bem? Como tá a vida?

Tem mulheres que erram na hora de se cuidar e nem sabem. É por isso que eu vim falar sobre isso no post de hoje. Listei só 5 erros, mas é claro que existem várias outras coisas que uma mulher não deve fazer.

Espero que gostem! 😀

1. Dormir de maquiagem: Na minha opinião esse é o erro mais grave, pois você fica cheia de espinhas, acne, além de super envelhecer a pele. Mesmo que dê aquela preguicinha, pegue o demaquilante e tira! Garanto que você vai se sentir bem melhor!

2. Abandonar a depilação: Não tem nem o que falar sobre isso! Aquela axila cabeluda….ARGHH!!! Isso é horrível!!!!! Por favor não deixem de se cuidar!!

3. Não se valorizar: Quando eu digo não se valorizar, não é só no sentido de ser uma mulher decente, de valor, etc. Eu também quero dizer no sentido de usar roupas que te valorizem! Isso não significa que você deve usar aquele vestidinho curtinho que tem decote na frente e decote atrás. Não, please! Saiba usar as roupas certas para as ocasiões certas, nada de extravagar na maquiagem para ir bem ali. Uma dica: às vezes menos significa mais!

4. Esquecer de hidratar o cabelo: Sempre que puder, hidrate o seu cabelo em casa para deixá-lo sempre brilhoso e não precisar ir correndo no salão!!

5. Usar chapinha ou babyliss com o cabelo úmido: Minha gente, não façam isso, please! Se você passar chapinha ou babyliss com o cabelo ainda úmido, além de danificar os fios você vai parecer que não lava o cabelo há 3 semanas. Vai ficar aquela impressão que o seu cabelo está super oleoso. E isso não é nada bonito né!!

Bom pessoal, eu espero que vocês tenham gostado das dicas! Cuidem-se bem!

Beijos e até a próxima!

Marília.

Bate-papo da Semana: Bullying.

Olá meus amores!

Hoje estreia aqui no blog um quadro bem bacana, onde vamos debater assuntos do cotidiano que muitas vezes nos deixam tristes, sem saber o que fazer, como briga com os pais, alguma doença que alguém tenha passado, briga com a amiga, amor não correspondido, entre outros assuntos. O tema de hoje é Bullying.

grande-bullying2

 

Para início de conversa, vou dar uma breve resumida sobre o que é Bullying. Esta palavra vem de um termo da língua inglesa (bully = “valentão”) que se refere a todas as formas de atitudes agressivas, verbais ou físicas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente e são exercidas por um ou mais indivíduos. Essas atitudes agressivas podem causar dor e angústia, com o objetivo de intimidar, agredir outra pessoa sem possibilidade de se defender.

O Bullying acontece na maioria das vezes em escolas/faculdades e a pessoa sofre frequentemente com palavras feias, xingamentos, exclusão, rejeição das pessoas que a cercam. Se eu disser aqui que sofri bullying, muitos vão pensar que estou me fazendo de coitada ou estou querendo chamar atenção, mas acreditem, eu sofri bullying. O que não é muita surpresa, já que muita gente passou por isso ou passa hoje em dia. A diferença é que até uns anos atrás ninguém discutia sobre o que as pessoas sofriam nas escolas, faculdades e no trabalho. Sim, no trabalho também existe bullying! Talvez pela pessoa ser tímida, por já ter sofrido disso em algum outro ambiente, ela acaba sendo zombada no trabalho também.

Os motivos de rejeição são variados, podendo ser contra obesidade, sotaque diferente do das outras pessoas, nome diferente, orelhas de abano (meu caso).

large (32)

 

No meu caso, o bullying afetou um pouco (um pouco não, muito!) a minha autoestima. Por muitas vezes me olhava no espelho e queria ser outra pessoa, ter outra aparência. Já chorei muito por isso! Outro fato é que eu me isolei muito das pessoas…na verdade as pessoas se isolaram de mim e por conta dessa agressão, sempre fui muito difícil de fazer amizades, ainda mais amizades verdadeiras e duradouras.

Existem pessoas que, por conta do sofrimento com o bullying, acabam se machucando, se autoflagelando, se torturando, ou até se suicidando! É um problema muito grave né? Além do que, a pessoa pode crescer com aquele rancor dentro dela e acabar se vingando, como já aconteceu e foi noticiado na tv.

Quanto a minha história, eu olhei para dentro de mim e vi que a aparência é sim muito importante, mas que a personalidade vale mais do que um rosto e um corpo perfeito. Ninguém jamais vai ser igual a ninguém, cada um tem a sua essência. Levei anos para entender isso, mas HOJE EU ME AMO!!!

Temos tantos exemplos de famosas que sofreram na infância e adolescência e hoje dão um tapa na cara da sociedade. Megan Fox (que já foi eleita a mulher mais sexy do mundo) e Demi Lovato são algumas.

Concluindo, se você que está lendo agora já sofreu ou sofre bullying, deixe de lado a tristeza, lembre-se que cada sofrimento que a gente passa, vai valer a pena lá na frente, isso vai te ajudar a ter mais confiança em si mesmo no futuro, não é à toa tudo o que você está passando. Um dia você vai se olhar no espelho e vai dizer: “Uau! Gostosa paca!” hahahaha Nazaré Tedesco feelings! hahahaha Faça isso acontecer hoje! Comece já a se amar!

E um detalhe super importante: Quem sofreu, quem chorou, com certeza vai se tornar melhor do que quem agrediu e xingou. Isso é praticamente uma regra! É como no filme De Repente 30, a mocinha que sofreu na infância se torna uma mulher e tanto no futuro, ao contrário que quem zombou dela.

Você se torna mais linda ainda, maravilhosa e eles ficam ba-ban-do! Olhe para dentro de você e seja feliz!

Beijinhos e até o nosso próximo bate papo!

Marília.